Marcação  22 20853590
Necessita de um dentista? Encontra-o aqui

Calendário

Clique na data para vêr o dia dos eventos

Links úteis

Conselhos úteis

Enrole o fio dentário nos dedos médios das duas mãos até uma distância de 40 cm e introduza-o no espaço interdentário. Manuseie-o com a ajuda do polegar e introduza-o até ao sulco genginal. Com movimentos suaves para não ferir a gengiva faça pequenos movimentos verticais passando o fio entre os dentes. Aconselha-se a usar sempre em cada espaço interdentário, fio limpo. Para isso num dos dedos médios deve prèviamente enrrolar uma pequena porção de fio. Assim de cada vez que desenrola o fio num dedo e enrola no outro, ten sempre fio limpo
dente

A lavagem dos dentes deve começar com o seu aparecimento, isto é, logo na erupção do primeiro dente do bebé. Os hábitos de higiene devem começar nesta fase com movimentos suaves e actuando sobre todas as superfícies e dente a dente.

No adolescente e adulto a escova deve de estar inclinada cerca de 45º em relação aos dentes e use movimentos horizontais, verticais e circulares. Comece por uma extremidade e acabe no outro extremo, actuando em todas as superfícies dos dentes.

Deve usar escovas macias e com cabeça pequena. Em pessoas com movimentos limitados podem usar escovas electricas.

 

Problemas mais comuns na boca

 

placa
Placa bacteriana

É uma película incolor e pegajosa, formada por bactérias e açúcares que se forma sobre os dentes. Se não a retirarmos, com uma escovagem correta e frequante, esta camada, vai-se acumulando, solidificando e dá origem ao tártaro.


gengivite
Gengivite

A acumulação da placa bacteriana vai ter efeitos nas gengivas. Estas
apresentam-se inflamadas, inchadas e, por vezes, sangram.
Quando as gengivas sangram, é já o sinal da sua doença - gengivite - que se não for tratada, pode ocorrer outras doenças mais graves.


Periodontite

É a fase da doença mais avançada da gengivite. A doença atinge os tecidos de suporte dos dentes - o osso e o ligamento periodontal. Formam-se bolsas entre os dentes e a gengiva. que devido à sua dificuldade de limpeza na escovagem, permite a progressão da doença, podendo levar à perda de dentes.

Tártaro

Se a placa bacteriana não for removida regular e eficazmente, poderá endurecer e formar o tártaro. Uma vez formado, o tártaro só poderá ser removido pelo dentista.


Cárie dentária



As bactérias presentes na placa bacteriana produzem ácidos, estes vão dissolvendo o esmalte do dente, provocando uma cavidade.


Mau hálito



Apesar de poder apresentar outras causas, o mau hálito é frequentemente provocado pela acumulação de placa bacteriana e/ou presença de doenças na boca.
A remoção da placa bacteriana é fundamental para ter um hálito fresco, assim como para a manutenção de uma boa saúde na boca.

Curiosidades

Sabia que o chocolate evita a cárie dentária?

 

Cientistas Japoneses descobriram que o chocolate pode evitar a cárie. As cáries iniciam quando as bactérias do tipo Streptococcus produzem uma molécula adesiva chamada glucan. Esta molécula adesiva,ajuda a bactéria a fixar-se nos dentes e a formar a placa bacteriana. São estas bactérias que convertendo os açúcares em ácidos, destroem os dentes. Usando ratos nos seus testes, demonstraram que a casca do cacau contem agentes anti-cárie